O seu condomínio tem uma segurança ética?

ICTS - Data da publicação: 10/03/2020

Ter a ética como guia para todos os envolvidos na segurança condominial é um dos segredos para mitigar riscos.

Primeiro, vamos entender alguns pontos importantes. Condomínios são uma comunhão dos interesses comuns de proprietários de áreas privativas e com participação percentual nas áreas comuns, de acordo com o tamanho de suas unidades. Podem ser horizontais ou verticais e com finalidade residencial, comercial ou mista.

Esta grande reunião de pessoas não tem personalidade jurídica, pois não está entre o rol das pessoas jurídicas descritas no Código Civil Brasileiro – que esclarece que são pessoas jurídicas de direito privado as associações, as sociedades e as fundações, não mencionando os condomínios. Sendo assim, devido a esta característica, compete à figura do Síndico toda a responsabilidade Civil e Criminal referente a um condomínio, podendo “representar, ativa e passivamente, o condomínio, praticando, em juízo ou fora dele, os atos necessários à defesa dos interesses comuns” (Art. 1.348 – Código Civil). Portanto, o Síndico é o responsável por todo andamento e pelos resultados dos serviços disponíveis nos condomínios, devendo, assim, prestar contas aos proprietários.

Um dos principais serviços disponibilizados em um condomínio é a portaria e segurança, que têm como objetivo fundamental atuar no controle dos acessos, preservar o patrimônio e as vidas dos moradores, acessantes e usuários. Para a execução deste serviço, pessoas e tecnologia são utilizadas de forma integrada, realizando o controle de acesso, a fiscalização e a manutenção da ordem no interior de um condomínio. Aí reside a importância de que os recursos, as pessoas e a tecnologia tenham regras claras de atuação através de procedimentos operacionais que estejam amparados no regimento interno do condomínio e, também, na Legislação vigente.

E os condôminos?

Neste cenário, a participação dos condôminos no processo é um fator crítico. Todas as estratégias e definições acerca da segurança condominial só terão sucesso caso os condôminos entendam a importância de suas participações e, assim, aceitem os procedimentos previamente determinados.

Você sabia que o maior facilitador para o ingresso de um malfeitor em um condomínio é o próprio condômino? Isto acontece justamente pela não-aceitação e pelo não-cumprimento dos procedimentos que, sob a visão dos moradores, tirariam suas privacidades – quando, na verdade, seriam medidas de segurança que preservariam suas integridades e que, assim, garantiriam uma vida em condomínio livre de perigos que poderiam ser facilmente evitados.

A importância do Compliance ético para uma segurança condominial também ética

O Compliance ético é um termo muito conhecido no meio empresarial e trata exatamente deste assunto. Para que você entenda melhor a relação com a segurança condominial, veja:

• Compliance, em resumo, significa comprometimento, estar de acordo. É o conjunto de disciplinas para fazer cumprir as normas legais e regulamentares, as políticas e as diretrizes estabelecidas bem como evitar, detectar e tratar qualquer desvio ou inconformidade;

• a Ética trata daquilo que pertence ao caráter. É um conjunto de regras e de preceitos que medem o nível moral de um indivíduo, de um grupo social ou de uma sociedade.

A aplicação do Compliance ético na segurança de um condomínio pode ser a diferença do seu nível de proteção. Ter colaboradores com este perfil de atenção aos procedimentos implantados e condôminos que respeitam as regras estabelecidas é o que faz com que os processos de segurança tenham melhor fluidez e, portanto, maior eficiência. Desenvolver a ética nos serviços do condomínio traz inúmeros benefícios, inclusive financeiros, pois será possível ter uma equipe mais comprometida e atenta, que cumpra integralmente o seu papel.

Através de um trabalho especializado que se inicia na seleção e treinamento da equipe, passa pela validação de fornecedores e conta com a gestão e auditoria dos contratos, bem como um planejamento eficaz da tecnologia aliados à implantação de regras e de procedimentos claros, é possível fazer com que todos usufruam de condomínios éticos e seguros em sua efetividade.

Se você é um tomador de decisão e busca fazer com que o condomínio onde atua tenha uma segurança mais ética e efetiva, saiba que a ICTS Security é especialista em gestão integrada de processos de segurança. Nossa consultoria corporativa e residencial dispõe de análise profissional abrangente sobre os riscos, propondo recomendações e soluções que equilibram pessoas, procedimentos e tecnologia. Entre em contato conosco para saber como podemos ajudar em seu projeto de segurança.

Paulo Musa
É Especialista em Segurança na ICTS Security. Formado pela Universidade Bandeirantes, possui especialização em Técnico de Segurança do Trabalho. Ex-militar com atuação no segmento de facilities e segurança patrimonial e de eventos há mais de 20 anos, ocupou cargos de gestão de segurança em empreendimentos residenciais e comerciais. Na ICTS desde 2016, atuou também na gestão de Avaliação de Riscos de Segurança, Gestão de Segurança Patrimonial, Sistemas de Segurança, Projetos Integrados de Tecnologia, Treinamentos e Prevenção de Perdas.

Publicações

Relacionadas

Deseja ficar por dentro de nossos conteúdos?

Cadastrar

Única consultoria Pró-Ética por 4 vezes consecutivas.

Visite o site da CGU - Controladoria Geral da União.